É missão da APPACDM de Setúbal apoiar os utentes e suas famílias na conquista de uma cidadania de pleno direito bem como contribuir directa e indirectamente para a melhoria da sua qualidade de vida.

A pessoa com deficiência mental é conceptualizada na sua globalidade, como ser total e indivisível, gerador de aprendizagens, descobertas e sonhos, potenciador de crescimento; artífice de um projecto de vida pessoal único e legitimado pela sua condição de pessoa humana. Cabe a todos os agentes interventivos da comunidade institucional contribuir de todas as formas possíveis para a assunção dessa condição holística de Ser, criando condições para a minimização das diferenças, assumindo a luta pela igualdade de oportunidades.

A relação da Instituição com a comunidade envolvente assume-se como factor-chave na concretização da missão devendo ser objecto de sistemático empenhamento e reflexão.
Todos os agentes de intervenção devem assumir a missão como exequível, conjugando esforços numa dinâmica de trabalho em equipa, de diálogo permanente, de flexibilidade e de co-responsabilização pelas opções de intervenção a implementar. A qualidade e eficácia da intervenção, pelo conjugar de esforços de cada uma das partes, tem que ser apanágio da equipa como um todo e nunca ter um carácter parcelar ou pontual.